Ozonizador x Esterilizador de Ar

Está em dúvida entre um ozonizador ou um esterilizador de ar?

Aparentemente, esses dois equipamentos possuem o mesmo objetivo: eliminar microrganismos, fungos e mofos e, assim, garantir um ar saudável. Mas qual deles é a opção mais eficaz e adequada para a purificação de ambientes?

Entenda as diferenças entre esses dois aparelhos e faça a melhor escolha.

Ozonizador: para que serve?

Para começar, é necessário entender que um ozonizador de ar é um aparelho que, basicamente, gera uma determinada quantidade de ozônio com o objetivo de purificar ou sanitizar o ar de um ambiente fechado. De modo geral, ele absorve oxigênio e o transforma em ozônio (O3).

Como funciona um ozonizador de ambiente?

O aparelho ozonizador libera uma grande quantidade de descarga elétrica que atinge e quebra as moléculas de oxigênio de um ambiente, dividindo-as em três partes e, assim, transformando o oxigênio em ozônio (O3).

Por ser oxidante, o ozônio é considerado um agente contra poluentes que oferecem riscos à saúde e que estão presentes no ar como vírus, bactérias e ácaros, tornando-se um “purificador de ar”. No entanto, existem controvérsias quanto à eficácia desse aparelho e seus benefícios, como vamos explicar a seguir.

Segundo estudos realizados pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos¹, foram realizados testes em ozonizadores e identificado que esse aparelho não é um purificador de ar efetivo. Isso porque, além de não purificar o ar adequadamente, os efeitos da distribuição de ozônio causam danos à saúde piores do que os poluentes já presentes no ambiente.

A exposição ao ozônio pode ser altamente prejudicial à saúde

Em longo prazo, a emissão e a concentração do gás O3 pode ser prejudicial à saúde humana², gerando desconfortos e problemas de saúde, como:

  • Dificultar a respiração profunda e vigorosa;
  • Causar falta de ar ou dores ao respirar fundo;
  • Agravar as condições de asma;
  • Danificar ou inflamar as vias aéreas;
  • Deixar os pulmões mais suscetíveis a infecções;
  • Causar Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC).

Segundo as informações divulgadas pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (APA), sintomas como os listados acima foram identificados até em pessoas saudáveis, mas podem ser mais graves em pessoas que já possuem quadros de doenças pulmonares, como asma, por exemplo.

Esterilizador de Ar: Sterilair

O Sterilair é um esterilizador de ar que, diferentemente de um ozonizador, não emite qualquer gás, cheiro ou resíduo. Ele não utiliza qualquer elemento químico no processo de esterilização e, portanto, não é nocivo à saúde.

Como funciona o Sterilair

O Sterilair funciona com um bloco cerâmico de material refratário com minúsculos furos. O ar entra no aparelho e é aquecido eletricamente até 320º. O calor gera um efeito de convecção (ar quente sobe e ar frio desce). Esse processo faz com que o ar cheio de microrganismos, fungos e bactérias seja totalmente esterilizado.

Durante um tempo ligado, todo o ar do ambiente estará esterilizado e livre de bactérias, fungos e microrganismos nocivos à saúde.

Saiba mais sobre o Sterilair

Referências ¹ Os Efeitos do Ozônio para a Saúde (disponível em https://www.epa.gov/ground-level-ozone-pollution/ground-level-ozone-basics#effects). ² Ozônio a Nível do Solo (disponível em https://www.epa.gov/ground-level-ozone-pollution/health-effects-ozone-pollution).